Qual o horário que proporciona um melhor desempenho do aluno?

3 de fev de 2012. Categoria(s): Educação
O passar dos anos não tira uma dúvida da cabeça dos pais e muito menos dos alunos, e agora, a pergunta chegou à internet: Qual o melhor horário escolar recomendado para um aluno obter um bom desempenho na escola?

Na discussão, que iniciou e gerou inúmeros comentários na pagina do Yahoo, alguns afirmam ser durante a tarde. Outros, durante o dia. E outros até durante a noite.

Nossa equipe procurou saber diretamente com quem está envolvido no assunto – os próprios estudantes – e as respostas se equilibraram. 50% dos estudantes preferem o turno da manhã, 25% o turno da tarde e outros 25% o período noturno. No entanto, do total dos entrevistados que responderam a pesquisa, 75% deles acham que a grade horária dos professores contam e muito para um bom aprendizado. “Eu prefiro estudar à noite, na verdade. Não rendo de manhã e muito menos à tarde. Mas lógico, desde que haja uma boa distribuição das aulas, perfeito!”, comenta a estudante Gianny de Mello.

A declaração de Gianny, por exemplo, tocou em um ponto chave para o desenvolvimento educacional do estudante. Poucos sabem que, seja durante o dia, tarde ou na parte da noite, um fator relevante e primordial para se alcançar o sucesso e um bom desempenho estudantil está na hora de fazer o horário escolar dos professores.

Segundo a especialista em educação do ensino médio na cidade de Trindade (GO), Alexssandra Terribelle, em entrevista exclusiva para o Blog Sala dos Professores, o período da manhã é o melhor horário para assimilar as disciplinas. Em contrapartida, para turnos como o noturno, mesmo com uma grade horária dos professores bem elabora e definida é necessário uma sugestão pedagógica diferente. “A realidade social desse público teria que ser atendida com uma proposta pedagógica diferenciada”, afirma. Para ela, devem-se conter professores específicos para dar aula à noite, com isso, a possibilidade de ‘alavancar’ o interesse dos estudantes seria maior. “A proposta ideal é criar mecanismos que melhorem o turno da noite. Por exemplo: professores exclusivos para o noturno, com disciplinas e atividades interdisciplinares para a suas realidades, que os despertassem para um interesse maior”, opina.

Assim como Alexssandra, a gerente de clientes da Geha Sistemas Especialistas, desenvolvedora do Programa Urânia, software responsável por solucionar a grade horária dos professores de mais de 6 mil instituições de ensino, Cintia Moiana, vê a necessidade de uma proposta diferenciada para os estudantes noturnos. A executiva aponta que o Urânia trabalha, tanto para os alunos do período matutino quanto para os alunos do período noturno, de uma forma que possa atender melhor os estudantes. “O urânia se preocupa em não colocar aulas “pesadas”, do ponto de vista de raciocínio nos últimos horários da noite, porque as pessoas que estudam à noite, geralmente, vêm de uma jornada de trabalho do dia todo”, explica.

Participe!
E você, professor, qual o horário que pode beneficiar mais o aluno. No caso dos estudantes do horário da noite, como melhorar ainda mais o desempenho desses discentes?

Compartilhe o artigo acima:

Comente:

Sala dos Professores, blog dedicado a notícias sobre educação, novidades e informações do Programa Urânia

GEHA Sistemas Especialistas - Todos os direitos reservados. Tema original de WpThemesForYou.